Milicent Patrick: a designer de monstros desconhecida


Nascida Mildred Elizabeth Fulvia di Rossi, Milicent Patrick (após se casar com Milicent Trent), foi uma atriz, artista de maquiagens, designer e muitas outras coisas. Também foi pioneira em diversas atividades, mas seu nome é pouco conhecido quando falamos da história do cinema (de terror ou não).

Patrick é creditada como a primeira mulher animadora contratada pela Disney, em meados dos anos 1940. Não fosse somente por isso importantíssima, também é uma das responsáveis pela criação de um dos maiores monstros do cinema de terror: Gill Man, ou O Monstro da Lagoa Negra.


Durante o período de lançamento de Creature From the Black Lagoon (1954), em uma jogada de marketing da Universal, Patrick saiu em turnê para apresentar seu trabalho, chamada "The Beauty Who Created the Beast", e quando retornou foi mandada embora do departamento de maquiagens. O chefe do departamento, George Hamilton "Bud" Westmore sentia-se incomodado em relação ao sucesso de Milicent Patrick, que era uma mulher, seguia fazendo sucesso e sendo creditada como a grande artista por trás de um dos maiores trabalhos de maquiagem e design dos Estúdios Universal até o momento.

Em uma carta entre os executivos Clark Ramsey e Charles Simonelli, ambos perceberam que Westmore estava agindo de forma imatura quanto à questão, levando em consideração que Milicent Patrick estava fazendo o possível para que Westmore e o resto da equipe fossem creditados tanto quanto ela. Mas mesmo assim não adiantou. Westmore alegou que não trabalharia mais com ela. A demissão de Milicent foi feita, e ela não trabalharia novamente em um departamento de maquiagens.

Graças aos ciúmes, inveja e machismo de Westmore, Patrick teve um final de carreira precoce, e pouco se sabia sobre sua carreira até então. Toda a sua história, inclusive, estava bastante nebulosa. e esse escândalo fez com que seus trabalhos mais fortes e famosos não recebessem os devidos créditos. Foi somente quando Mallory O'Meara se debruçou sobre a história de Milicent que novos fatos surgiram. Mallory se prepara para lançar o livro The Lady From the Black Lagoon, uma pesquisa histórica sobre a vida dessa mulher apagada por um problema que devasta tantas carreiras: o machismo.

Milicent Patrick, além de trabalhar com Gill Man em Creature From the Black Lagoon (1954), trabalhou também com o design do alienígena de It Came From Outer Space (1953), com o design da máscara de Dr. Hyde em Abott and Costello Meet Dr. Jekyll and Mr. Hyde (1953) e com o design do mutante de This Island Earth (1955) - em nenhum desses trabalhos consta o nome de Milicent Patrick.


É interessante e muito triste pensarmos como as ações de um homem que não consegue dividir ou suportar que uma mulher possa fazer um bom trabalho e receber as devidas honras por isso acaba por destruir carreiras. Sem dúvida Milicent Patrick não foi a primeira mulher que teve a carreira afetada por um homem desses, e com certeza também não foi a última. Um nome importante dentro da história do cinema, dentro da história dos efeitos especiais e dos trabalhos de terror, ignorado e varrido para baixo do tapete da história.

Milicent faleceu em 24 de fevereiro de 1998.

Fontes:






Jéssica Reinaldo

Jéssica Reinaldo

Formada em História, escreve e pesquisa sobre terror. Tem um afeto especial por filmes dos anos 1980, vampiros do século XIX e ler acompanhada de um café quentinho. Siga nas redes: Twitter | Facebook | Instagram

3 comentários:

  1. Fiquei sabendo da história dela quando saiu o "Forma da água" e eu fui atrás do "Monstro da lagoa negra", fico tristissimo com o rumo que a carreira dela acabou tomando e fico pensando em quantas artistas incríveis foram jogadas no esquecimento.

    ResponderExcluir
  2. Era para gente ter filme de terror com monstros muito bem feitos se não tivessem aniquilado a carreira dela! Eu sequer conhecia essa artista, obrigada pelo belo post!

    ResponderExcluir
  3. Alguém postou um clipe na internet com uma música dos Beach Boys e cenas dos bastidores do filme O Monstro da Lagoa Negra. Ficou maravilhoso! Uma das imagens era de uma ilustradora. Pensei, tenho que descobri quem é essa mulher! Ao ler sua biografia fique muito triste com tamanha injustiça cometida com ela. Mas acho que agora finalmente o mundo reconheceu a importância que ela teve para o cinema!

    ResponderExcluir

Comentários educados são sempre bem recebidos!

Mas não aceito nem tolero ofensas, comentários impossíveis de compreender, spams e qualquer tipo de intolerância.

Os comentários são moderados, por isso aguarde a aprovação!

Instagram