Minha ordem de leitura das Crônicas Vampirescas, de Anne Rice

julho 26, 2022


Se você me acompanha em alguma rede social deve estar sabendo que desde setembro do ano passado eu comecei uma jornada intensa, corajosa, conturbada e amaldiçoada: estou lendo os livros das Crônicas Vampirescas (e das Bruxas Mayfair), da Anne Rice (se você não segue, e quiser, pode me seguir no instagram: @capirojesca).

Deixei todas as resenhas dos livros lidos até então aqui na tag Crônicas Vampirescas. Já li os cinco primeiros. Tem sido... uma aventura.

A Anne Rice criou um universo muito completo e cheio de ramificações. As Crônicas Vampirescas é a saga principal, aquela com Entrevista, Lestat, Louis, etc. Chamo esse projeto de Crônicas Vampirescas, mas também estou incorporando a série As Bruxas Mayfair a ele, porque ambos caminham juntos e se complementam em determinados momentos.

E eu estava conversando com minha amiga Michelle, do blog Michelle das 5 às 7 esses dias, e ela resolveu me acompanhar nessa travessia por mares turbulentos. Eu resolvi fazer esse texto como um guia para mim, e até uma ordem que eu ache que faz sentido de leitura. Existem muitos guias por aí, e os livros da Anne Rice nem precisam ser lidos na ordem, mas com as novas adaptações das Crônicas e das Bruxas, achei interessante ter um lugar pra falar de como estou fazendo essa leitura, agora que cheguei mais ou menos nos 25% do projeto e consigo visualizar a estrutura desse universo.

Vou deixar a minha lista de leitura programada, e abaixo vou explicar onde cada uma se encaixa, pra ficar melhor a visualização. Em frente ao nome dos livros vou colocar entre parênteses o ano de lançamento e em qual série ele se encaixa.

  • Entrevista com o Vampiro (1976 - Crônicas Vampirescas)
  • O Vampiro Lestat (1985 - Crônicas Vampirescas)
  • A Rainha dos Condenados (1988 - Crônicas Vampirescas)
  • O Ladrão de Corpos (1992 - Crônicas Vampirescas)
  • Memnoch (1995 - Crônicas Vampirescas)
  • Lasher* (1993 - As Bruxas Mayfair)
  • Taltos (1994 - As Bruxas Mayfair)
  • Vampiro Armand (1998 - Crônicas Vampirescas)
  • Pandora (1998 - Novos Contos de Vampiros)
  • Vittório, o Vampiro (1999 - Novos Contos de Vampiros)
  • Merrick (2000 - crossover Crônicas Vampirescas + As Bruxas Mayfair)
  • Sangue e Ouro (2001 - Crônicas Vampirescas)
  • A Fazenda Blackwood (2002 - crossover Crônicas Vampirescas + As Bruxas Mayfair)
  • Cântico de Sangue (2003 - crossover Crônicas Vampirescas + As Bruxas Mayfair)
  • O Príncipe Lestat (2014 - Crônicas Vampirescas)
  • O Príncipe Lestat e o Reino de Atlantis (2017 - Crônicas Vampirescas)
  • Blood Communion: A Tale of Prince Lestat (2018 - Crônicas Vampirescas)
 
*Obs: A Hora das Bruxas foi lançado em 1990, e é o primeiro volume de As Bruxas Mayfair, Eu escolhi não reler. Li ele em 2020 com a Michelle no nosso falecido projeto The Witching Hour. É um livro lento, e li não faz tanto tempo assim. Mas ele pode se inserir entre Rainha dos Condenados e O Ladrão de Corpos

Teoricamente, a melhor ordem de leitura das Crônicas é em ordem cronológica. E é importante essa mescla com As Bruxas porque a partir de A Rainha dos Condenados nós passamos a conhecer a Talamasca, uma organização de pesquisa sobrenatural bastante importante em alguns momentos de ambas as sagas, e a partir de Merrick há um crossover entre as duas séries. Então, se você decidir ler tudo, eu aconselho a leitura por ordem cronológica.

Mas eu não a segui de início porque eu escorreguei ali, acabei não me atentando para a data de lançamento, e que faria sentido segui-la. Resolvi encaixar antes de Pandora, e a próxima leitura será Lasher. Como eu disse, esses livros não precisam exatamente ser lidos na ordem, mas eles tem um fio a ser seguido.

Eu resolvi ler Lasher e Taltos antes de seguir com as Crônicas porque, encerrando Memnoch, há também um encerramento de um momento da história. No final de Memnoch, Lestat entra em um estado de suspensão e, a partir dali, a história se concentra entre os vampiros do grupo contando suas histórias — isso acontece em Armand, Pandora e Vittorio, que são três livros que fogem um pouco do que vimos até então nas Crônicas, que até então se concentra na narrativa de Lestat. Pandora e Vittorio são classificados em Novos Contos de Vampiros porque Lestat não aparece ao longo da narrativa, somente é mencionado. Em Armand, Lestat aparece com mais frequência, por isso colocá-lo antes de Pandora, que foi lançado mais ou menos no mesmo ano, faz sentido.

Após esses três, já partimos para Merrick, que inicia um crossover mais profundo com As Bruxas, que vai além de somente menções. Então é interessante conhecer essa história antes de iniciar essa parte.

Outra ordem de leitura possível, se você não se importa muito com as referências às bruxas e à Talamasca, mas quer ler mesmo assim antes dos crossovers, é ler as Crônicas por ordem de lançamento até Vittorio, e só depois ler os três volumes de As Bruxas.

Tudo isso pode parecer óbvio, sim, mas nem sempre é. Muita gente não sabe por onde começar a ler as Crônicas, ou que as Crônicas tem esse crossover com personagens de As Bruxas. Então fica aí a minha ordem de leitura, a que eu tenho seguido pretendo seguir para os próximos livros. 

Vou continuar postando as resenhas por aqui 💓🧛

Eu tenho comprado todos os meus livros em sebos. As edições mais antigas são mais baratas. Nos anos 1990, várias edições diferentes foram lançadas, então você pode encontrar algumas em algum sebo de sua cidade ou pode partir para a Estante Virtual. Se você prefere ler em ebook ou gosta mais de livros novos, a Amazon também é uma opção repleta de Anne Rice. A Editora Rocco lançou recentemente um box com os três primeiros livros, também. E, claro, sempre existem as bibliotecas. Alguns dos primeiros livros você provavelmente consegue encontrar em alguma biblioteca pública de sua cidade.

---
*Comprando com meus links da Amazon, você dá aquela forcinha sem pagar nada a mais por isso :)

Leia também:

0 comments

Comentários educados são sempre bem recebidos!

Mas não aceito nem tolero ofensas, comentários impossíveis de compreender, spams e qualquer tipo de intolerância.

Os comentários são moderados, por isso aguarde a aprovação!