Once More, With Feeling e sua importância para o seriado Buffy



Que Buffy passou por uma série de provações durante suas sete temporadas (e outras tantas nos seus quadrinhos), disso nós sabemos muito bem, sempre lidando com tudo de forma muito humana, cheia de falhas, perdendo e errando e morrendo como qualquer heroína adolescente que carrega o mundo nas costas.
Mas os acontecimentos de Once More, With Feeling talvez sejam os acontecimentos que trazem maturidade e colocam os episódios finais da série em um rumo antes pouco explorado.


Buffy morreu para salvar o mundo e seus amigos a trouxeram de volta, por precisarem dela, não por pensarem que ela estava em um lugar ruim. Desde então, Buffy passa a agir diferente, um pouco mais apática, como se tivesse descoberto que, apesar de tudo, ela sobreviveria ao final, querendo ou não. Como ela mesma diz em uma das faixas do episódio musical Once More, With Feeling, episódio número seis da sexta temporada, não importa o que eles façam, eles vão se sair bem de todos os problemas. Aquele risco, o perigo, a emoção de salvar o mundo, o fogo, o sentimento, nada disso ela tem sentido desde que voltou.

Diferente da maioria dos episódios musicais, que são muito mal vistos por serem "tapa buracos", Once More, With Feeling é uma saída interessante para contar todas as incertezas e tristezas que estavam nos corações dos membros do Scooby Gang. Willow e Tara estão com problemas pois Willow tem se utilizado demais de magia, e Tara acha que isso pode ser ruim para ela; Xander e Anya estão para se casar mas ambos têm suas dúvidas sobre o casamento; Dawn está passando por fases difíceis de adolescência e se torna cleptomaníaca (depois de descobrir que não é real, talvez eu tivesse problemas bem piores) e seu próprio guardião acha que Buffy não está preparada para o mundo - Buffy, que morreu, que perdeu mãe recentemente e precisa cuidar quase sozinha de sua irmã, além de Spike e seu amor por Buffy, que ele não sabe lidar de forma saudável (e eu estou aliviando bastante com essa frase).



Once More, With Feeling é um episódio de revelações importantes, novos rumos, novos caminhos, novas situações.
Até então ninguém sabia o que tinha acontecido com Buffy no pós morte, mas ela revela que esteve no céu, teve descanso por poucos momentos, e foi trazida de volta ao inferno que é a terra.
A cobrança em cima de Buffy sempre foi dura, pesada, em todos os momentos. Quase sempre tendo que lidar com dor, morte e perda sozinha, Buffy começou nesse negócio muito cedo. Mas, talvez, após a morte da mãe, após sua própria morte, e após colocar as coisas sob novas perspectivas no episódio musical, algo mudou nos personagens. Tanto que o episódio seguinte, Tabula Rasa, está lá pra apagar a memória deles e dar um tempo de digerir tudo que aconteceu.

Após esse episódio muita coisa mudou na série. Algumas escolhas infelizes dos roteiristas, algumas outras acertadas, porém lidando com um pouco mais de maturidade. O que era de se esperar, pois algumas pessoas que acompanharam Buffy e cresceram com ela precisavam de novos temas, mais adultos.
É interessante como um episódio musical, que poderia ser um grande desperdício de tempo, acabou se tornando um dos episódios mais queridos da série, em que é utilizado como um meio de revelar coisas importantes aos outros personagens de uma forma criativa e um pouco mais leve. 


Jéssica Reinaldo

Formada em História, escreve e pesquisa sobre terror. Tem um afeto especial por filmes dos anos 1980, vampiros do século XIX e ler tomando um café quentinho.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comentários educados são sempre bem recebidos!

Mas não aceito nem tolero ofensas, comentários impossíveis de compreender, spams e qualquer tipo de intolerância.

Os comentários são moderados, por isso aguarde a aprovação!

Instagram